Pedras

Esteatito  (também conhecido como pedra-sabão) é o nome dado a uma rocha metamórfica, compacta, composta sobretudo de talco (também chamado de esteatite ou esteatita) mas contendo muitos outros minerais como magnesita, clorita, tremolita e quartzo, por exemplo. É uma rocha muito branda e de baixa dureza, por conter grandes quantidades de talco na sua constituição.

A pedra-sabão é encontrada em cores que vão de cinza a verde. Ao tato, dá uma sensação de ser oleosa ou saponácea, derivando-se daí sua designação de pedra-sabão. Existem grandes depósitos de valor comercial no Brasil, em maior escala no estado de Minas Gerais

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS:

A pedra-sabão é praticamente impenetrável. Não é afetada por substâncias alcalinas ou ácidas. Uma das notáveis características da pedra-sabão é sua excelente capacidade de resistir a extremos de temperatura desde muito abaixo de zero até acima de cerca 1000 °C. A pedra-sabão resiste às exposições e mudanças de condições atmosféricas durante séculos. Ela é relativamente macia devido ao seu teor de talco (o talco sendo considerado de dureza de grau um na escala Mohs).

A pedra-sabão é comumente utilizada como isolante elétrico ou como caixa de força que abriga componentes elétricos, devido à sua durabilidade e baixa condutividade elétrica e porque pode ser moldada em formatos complexos mediante fundição. A esteatita sofre transformações nas suas propriedades físico-químicas quando aquecido em temperaturas de 1000–1200 °C, convertendo-se em enstatita and cristobalita. Na escala Mohs, esta transformação corresponde a um aumento de dureza de 1 para 5.5–6.5.

A pedra-sabão, em virtude de suas excelentes propriedades de absorção de calor, retém quase todo o calor produzido pela fonte de energia (madeira, carvão mineral, carvão vegetal, gás, energia elétrica) e o conduz rapidamente, através do chamado aquecimento de massa térmica. Isto significa que a própria pedra atua como uma eficiente fonte de calor e não a chama propriamente dita, como acontece com as tradicionais lareiras abertas. Por outras palavras, o calor absorvido pela massa da pedra-sabão é, em seguida, liberado lenta e uniformemente no passar do tempo, mesmo após a fonte de calor se extinguir ou ser desligada. Outra característica notável da pedra-sabão é que gera calor radiante, enquanto permanece, em geral, isenta de perigo ao toque.

IMPORTÂNCIA HISTÓRICA E ARTESANAL

Este tipo de rocha é muito utilizado em escultura e decoração, pela facilidade com que é trabalhada. O seu uso é generalizado pelo mundo afora: desde as esculturas tradicionais dos Inuit até a algumas obras do Aleijadinho. Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, nasceu em 29 de agosto de 1730 em Vila Rica (atual Ouro Preto).É considerado um dos maiores artistas barrocos do Brasil e suas esculturas e obras de arquitetura encantaram a sociedade brasileira do século XVIII.O artista usava em suas obras, madeira e pedra-sabão (matéria-prima brasileira), além de misturar diversos estilos barrocos (rococó e estilos clássico e gótico).

Aos 40 anos, ficou doente. Ninguém sabe ao certo o que o houve, mas especula-se que teve lepra e foi por causa da doença que recebeu o famoso apelido. Aos poucos, foi perdendo o movimento das mãos e dos pés e para trabalhar pedia ao seu ajudante para amarrar as ferramentas no seu braço. Mesmo assim, continuou trabalhando em igrejas e altares de Minas Gerais.

Outro patrimônio brasileiro, a 709 metros de altitude, com cerca de 30 metros de altura, tem, em seu revestimento, chapas de pedra-sabão. Trata-se da estátua do Cristo Redentor que foi construída entre 1926 a 1931.

No Brasil, especialmente no Estado de Minas Gerais, esta pedra é usada para a confecção de porta-joias, panelas, canecas, taças de vinho, além de souvenires para turistas e estatuetas de artesanato local. É utilizada na construção de lareiras, também pela sua capacidade de absorver e distribuir de forma regular o calor.

Galeria de fotos 

Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto. A pedra sabão, pelas mãos do gênio barroco, ornamenta o frontispício do templo.
Igreja Bom Jesus do Matozinhos em Congonhas. Uma maravilha, a igreja e os profetas em pedra sabão.